Notícias do Inter

Cléber Machado humilhou o presidente do Corinthians na cara dele

O narrador Cléber Machado debochou do presidente do Corinthians, Augusto Melo, depois de ele ter falado sobre os valores na multa do técnico Mano Menezes. Isso porque o mandatário revelou que teve que pagar R$ 13 milhões para despedir o comandante brasileiro. Inicialmente, a quantia deveria ter sido R4 20 milhões, porém o Alvinegro esperou um prazo estipulado para que houvesse a diminuição.

Diante da explicação do presidente, o narrador decidiu debochar da situação financeira do Corinthians: “o que são 13 pra quem deve R$ 2 bilhões?”, disse o comunicador, de forma bem-humorada, em direção aos demais jornalistas que estavam fazendo parte do programa esportivo. A situação viralizou nas redes sociais, já que Cléber Machado escancarou os problemas da equipe paulista.

O técnico Mano Menezes foi demitido do Corinthians no dia 5 de abril, logo depois do prazo que havia sido estipulado com a direção. Caso o comandante fosse retirado do cargo antes da virada do mês, o clube teria que pagar R$ 20 milhões de multa para romper o contrato. Desta forma, o Alvinegro “se livrou” de realizar um pagamento ainda mais alto no acordo.

Veja o momento em que Cléber Machado debochou da situação financeira do Corinthians:

Corinthians vive situação financeira preocupante

Nas últimas horas, o Corinthians foi notificado com uma informação preocupante para a questão financeira. Isso porque a empresa de apostas esportivas VaideBet, que tinha acordo até o final de 2026, prevendo o pagamento de R$ 370 milhões, rompeu o acordo com o clube. A empresa acionou a cláusula anticorrupção para romper o vínculo.

A decisão foi tomada após a abertura de investigação da Polícia Civil referente ao repasse de parte do valor de comissão do acordo a uma empresa supostamente “laranja”. Agora, o Corinthians e a casa de apostas vão tratar somente sobre o pagamento da multa de 10% do valor restante no contrato.

Caue Souza

Acadêmico de jornalismo. Apaixonado por esportes, principalmente o futebol, desde a infância. Escrevo sobre o Internacional no Resenha Colorada.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo